CONTABILIDADE

As lições da pandemia

As lições da pandemia

2 minutos   Qualquer empresa que queira preservar sua reputação precisa ser transparente e estar em conformidade com as regras de boas práticas. Em inglês, “comply” significa agir em sintonia com regras ou padrões estabelecidos, seja pelo mer­cado, governo ou pessoas. No entanto, não basta apenas estar em compliance com as obrigações fiscais, trabalhistas ou de respeito ao meio am­biente. Há um enorme composto de iniciativas e atitudes que envolvem normas, controles e dire­trizes aplicadas às mais distintas áreas, como fis­cal, trabalhista, financeira, contábil, Continue lendo

Imposto de Renda 2020: como corrigir erros na declaração e evitar cair na malha fina

Imposto de Renda 2020: como corrigir erros na declaração e evitar cair na malha fina

4 minutos Documento com retificação pode ser enviado antes do final do prazo da entrega Fonte: Gaucha ZH Mais de 700 mil contribuintes caíram na malha fina do Imposto de Renda no ano passado, situação que impede de receber o dinheiro da restituição e pode trazer uma série de inconvenientes caso não seja consertada. Conforme a Receita Federal, as principais razões que levaram à retenção de declarações em 2019 foram omissão de rendimentos do titular ou seus dependentes (35,6% das declarações em malha), inconsistências nas despesas médicas (25,1%), Continue lendo

IR Pessoa Jurídica: saiba mais sobre as formas de tributação

IR Pessoa Jurídica: saiba mais sobre as formas de tributação

3 minutos Evanir Aguiar dos Santos Diretor Operacional da Fortus Group Temos no Brasil quatro formas de tributação de Imposto de Renda das empresas: Simples Nacional; Lucro Presumido; Lucro Real; e, Lucro Arbitrado. No Simples Nacional, dentre os tributos que estão sendo recolhidos de forma unificada estão IRPJ; CSLL; PIS/Pasep; Cofins; IPI; ICMS; ISS e a Contribuição Previdenciária Patronal. Podem optar por esta forma de tributação as ME e EPP, com as atividades permitidas em um dos seus anexos; as empresas que não possuam Continue lendo

Veja passo a passo como declarar seus investimentos no Imposto de Renda 2020

Veja passo a passo como declarar seus investimentos no Imposto de Renda 2020

5 minutos Quem tinha aplicações financeiras em 2019 e se enquadra nos critérios para o preenchimento do Imposto de Renda 2020 precisa declarar seus investimentos ao Leão, mesmo que estes sejam isentos. — Não é incomum o contribuinte esquecer de incluir em na declaração suas aplicações e rendimentos financeiros, muitas vezes por acreditar que, por serem isentos ou tributados na fonte, estaria dispensado — explica Evanir Aguiar, diretor operacional da Fortus Consultoria Contábil. — Isso é um equívoco grave e pode acarretar malha fiscal. Além de serem obrigatórias, Continue lendo

A Fortus Contábil empresa que também é especializada em IRPF, mais uma vez é fonte da GaúchaZH.

A Fortus Contábil empresa que também é especializada em IRPF, mais uma vez é fonte da GaúchaZH.

1 minuto   A Comunicação precisa e correta é o nosso Forte. Imposto de Renda 2020: como escolher pela declaração simplificada ou completa Programa da Receita Federal mostra ao contribuinte qual a opção mais vantajosa Iniciada nesta segunda-feira (2), a declaração do Imposto de Renda (IR) 2020 tem de ser entregue à Receita Federal até 30 de abril. No momento de preenchê-la, os contribuintes precisam escolher o modelo simplificado ou completo para acertar as contas com o Leão.A melhor opção, segundo contadores, depende das despesas que cada contribuinte Continue lendo

Faça sua Declaração do Imposto de Renda com Fortus Contábil

Faça sua Declaração do Imposto de Renda com Fortus Contábil

1 minuto O prazo para a entrega da Declaração 2020, ano-base 2019, inicia dia 2 de março e vai até, impreterivelmente, 30 de abril. Então, separe os documentos necessários e agilize a entrega para que, em caso de restituição, você esteja entre os primeiros lotes a recebê-la. Tenha em mãos: Declaração do ano anterior Informações de Mudanças Cadastrais, como por exemplo de endereço Informações de dependentes, como nome, data nascimento e cpf Informes de rendimentos de todas as fontes pagadoras, inclusive de seus dependentes Continue lendo

Saiba Mais

Saiba Mais

3 minutos REFORMAS NO IMÓVEL X ECONOMIA DO IR NA VENDA A pergunta que muito se ouve é: Fiz reformas em minha residência. O dia que decidir vender o imóvel, posso incluir o que gastei nas melhorias no valor do bem com o objetivo de valorizá-lo? A seguir, o diretor operacional da Fortus Group esclarece os leitores. Sim, é possível incluir no valor do imóvel quando for apurar o ganho de capital. Existem regras que permitem a isenção de Imposto de Renda sobre os ganhos Continue lendo

Reforma da Previdência: o que muda na vida dos brasileiros

Reforma da Previdência: o que muda na vida dos brasileiros

4 minutos Envolta em muita polêmica, a Reforma da Previdência, promulgada pelo Congresso Nacional, em 12 de novembro de 2019, traz diversas mudanças nas regras da aposentadoria para os trabalhadores do Regime Geral, ou seja, do setor privado, não entrando aqui, servidores públicos estaduais e municipais. É importante destacar que para quem já está aposentado nada muda, assim como para aqueles que já haviam reunido os requisitos para se aposentar, antes da promulgação do novo texto. Entre as principais modificações estão: Fixação de idade Continue lendo

Planeje sua vida financeira e viva com tranquilidade

Planeje sua vida financeira e viva com tranquilidade

5 minutos Planejamento financeiro, uma iniciativa saudável e que desde criança deveria ser ensinada e colocada em prática. Porém, como diz o ditado: antes tarde do que nunca. Planejar-se financeiramente significa ter suas finanças em ordem, tendo a plena ideia do que você pode gastar e onde deve investir seu salário. E é neste sentido que o CEO da Fortus Group, João Batista Custódio Duarte, e o especialista em Planejamento Financeiro, Francisco Cardoso, trazem, a seguir, questões extremamente relevantes sobre o tema e que Continue lendo

Benefícios da terceirização de serviços

Benefícios da terceirização de serviços

6 minutos Com a reforma trabalhista ficou permitida a terceirização em todas as atividades empresariais, independente do estágio produtivo que se relacione, seja meio ou fim.  Porém, segue sendo muito comum e bem positivo terceirizar as atividades meio, ainda mais se o empreendimento é de pequeno ou médio porte. Entre as áreas que são recorrentes na terceirização estão a de contabilidade, financeira, tributária, RH, tesouraria e jurídica. Porém, grandes empresas também têm setores terceirizados, como por exemplo, parte da contabilidade ou do RH do Continue lendo