Como escolher um empréstimo em caso de ter de contratá-lo

Como escolher um empréstimo em caso de ter de contratá-lo

Tempo de leitura: 1 minuto

A decisão de fazer um empréstimo, antes de tudo, precisa ser muito bem pensada e analisada se realmente há necessidade de realizá-lo. Linhas de curto prazo, como cheque especial e cartões de crédito são as mais caras do mercado, justamente por terem a característica de estarem disponíveis a qualquer momento para o cliente, não possuírem garantias e apresentarem risco maior de inadimplência. Já para reformas, tratamentos de saúde, viagens e outras finalidades que não precisam ser justificadas ao banco ou financeira, há opções no mercado de crédito pessoal, sem garantias, com prazos que podem chegar até 36 meses.

Outra alternativa é o empréstimo com garantia de imóvel, normalmente utilizado para investimentos maiores, podendo ser contratado por pessoas físicas e jurídicas. A modalidade, normalmente de longo prazo, coloca o imóvel do tomador do crédito como garantia, aumentando a segurança e o tempo para pagamento. Também conhecido pelo nome Home Equity, vem crescendo no Brasil. A operação é feita totalmente online, sendo ideal para quem tem pressa e exige transparência.