Fortus Group cria empresa de serviços financeiros

Fortus Group cria empresa de serviços financeiros

Tempo de leitura: 6 minutos

Empresa orienta seus clientes para vantagens do PIX. A Fortus Capital conta ainda com o suporte de reconhecidas instituições para ampliar oferta de produtos e oferecer alternativas de menor custo.

Na contramão da atual crise e em linha com a tendência do mundo virtual, a Fortus Group acaba de criar mais uma empresa que se junta às demais integrantes do grupo, especializadas nas áreas tributária, contábil, auditoria e recursos humanos. Trata-se da Fortus Capital, dedicada à oferta de serviços bancários digitais, que tem o objetivo de oferecer o melhor produto com menor taxa. A nova empresa busca soluções sob medida e com total segurança para as necessidades das pequenas e médias empresas. 

A apresentação oficial ocorre nesta quarta-feira, dia 30 de setembro, às 17h30min, para convidados, seguida de um debate sobre open bank e o mercado de crédito pós-pandemia. Para participar, é necessário fazer a inscrição antecipada através do link https://bit.ly/3cmjPMA

A criação da Fortus Capital coincide com a chegada do open bank e do PIX, em outubro, modernas e ágeis opções de relacionamento bancário. O PIX é a alternativa de pagamento instantâneo autorizada pelo Banco Central, que representa uma disruptura no setor bancário tradicional. Ao contrário do DOC e TED, o PIX pode ser feito em qualquer dia e horário, independentemente de feriados. A transação é realizada em menos de um segundo e o custo é de R$ 0,01 centavo a cada 10 transações e ainda permite o envio de mensagem junto com a transferência.

Ao realizar pagamentos pelo PIX, o cliente é identificado pelo número do celular, email ou CPF e não fica vinculado a nenhum banco, graças à rede de instituições bancárias e não bancárias credenciadas junto ao Banco Central. Também será possível usar este moderno sistema de pagamento através da leitura de QR Code. “Nossa estratégia é juntar os interesses de nossos clientes com a expertise de parceiros qualificados que ofereçam as melhores e mais viáveis alternativas de serviços”, comenta o diretor executivo da Fortus Group, João Custódio. Sem compromisso com a exclusividade, ele informa que, além do Banco C6 e BTG Pactual, a parceria incluirá sempre novas opções com empresas, bancos e fintechs que ofereçam as melhores condições no ramo de empréstimos e outros serviços para os clientes.

Os serviços – Na primeira fase, a Fortus Capital disponibilizará produtos como empréstimos, conta corrente digital, investimentos, previdência privada, seguros, câmbio e meios de pagamento, além de benefícios aos empregados como vale-refeição, alimentação e combustível. O objetivo é facilitar e agilizar o acesso desse segmento empresarial a serviços financeiros onde, como regra, enfrentam elevado custo e grandes exigências no sistema tradicional. “Com o conhecimento da cultura e do cadastro de seus clientes, a Fortus Capital buscará atender esta necessidade com maior agilidade e segurança contribuindo para a evolução das empresas que integram seu portfólio”, afirma Kleber Jarczewski, diretor comercial da Fortus Capital, especializada em finanças e que traz para a nova empresa sua experiência de mais de 20 anos na área bancária.

Um dos grandes diferenciais das contas bancárias digitais é o número muito reduzido de tarifas. As mais comuns não são cobradas, como manutenção da conta, DOCs e TEDs, que agora ganha o reforço diferenciado do PIX. Para se ter uma ideia, as taxas de manutenção de uma conta nos bancos tradicionais variam de R$ 39,00 a R$ 240,00 na Pessoa Jurídica, o que resulta numa economia anual de R$ 500,00 a quase R$ 3.000,00.

Isto porque os bancos digitais não têm despesas de aluguel e de toda a estrutura fixa de uma instituição tradicional. “Entendemos que o mercado financeiro está em ebulição e aponta para significativas mudanças no curto prazo. Por isso, acreditamos que estamos entrando na hora certa neste promissor ramo de serviços tão relevante para a competitividade das empresas”, define Kleber Jarczewski. Para o diretor executivo da Fortus Group, João Custódio, as inovações no sistema financeiro tendem a ser ainda maiores do que os bancos digitais em operação atualmente. “Vivenciamos uma revolução neste segmento”, diz ele, referindo-se ao open banking, PIX e ao que ainda vem por aí que promete inovação no atual jeito de operar dos bancos, fintechs e outros negócios relacionados.

Como dono de seus dados, o cliente autoriza explicitamente o seu banco a disponibilizar seu cadastro a outras instituições que podem lhe oferecer condições diferenciadas de custos nas suas respectivas carteiras de produtos e serviços. Na prática, o sistema financeiro se torna mais transparente, competitivo e democrático na medida em que compartilha o seu cliente com a concorrência através de diferentes plataformas e não mais o aplicativo ou site do banco de origem da conta. Essa interação entre bancos será possível graças à interface de programação de aplicativos (API).

Algumas vantagens do Banco Digital:

  • Taxas reduzidas
  • Praticidade e agilidade
  • Sem burocracia
  • Sem reciprocidade no crédito
  • Melhores opções de investimento em especial para valores baixos.
  • Algumas vantagens do PIX
  • Sem restrição de horário e dia
  • Compensação instantânea
  • Sem exclusividade com banco tradicional

Sobre a Fortus Group – Criada em 2004 para atender os clientes com excelência, agilidade e um amplo portfólio de serviços, a Fortus Group é integrada pela Fortus Contábil, Fortus RH, Fortus Audit, Fortus Tax, Fortus Office, Fortus Legal e agora a Fortus Capital. O conjunto das unidades de negócio oferece soluções para quaisquer portes e áreas de atividade empresarial, numa clara referência de que a empresa vai muito além da prestação de serviços contábeis, sendo uma aliada estratégica de seus clientes.

Com atuação nas regiões Sul e Sudeste do Brasil, mantém parcerias estratégicas no mundo para garantir atendimento integral às necessidades do mercado. Isto se estende, inclusive, a empresas internacionais, orientando-as por ocasião de sua instalação no Brasil, como já ocorreu com organizações da Alemanha, Canadá, Argentina, Uruguai, Suíça, Áustria, Estados Unidos e Inglaterra. Da mesma forma, atua junto a empreendimentos dos demais estados brasileiros que venham para o Rio Grande do Sul.

“Cada vez mais as empresas contratam serviços profissionais especializados para que ela possa focar no seu negócio, planejando, traçando estratégias e corrigindo rumos, de modo a alcançar o preço justo para todos”, diz o diretor executivo, João Custódio”. O sócio e diretor operacional, Evanir Aguiar, especialista nas áreas fiscal e tributária complementa dizendo que “diante de um cenário cada vez mais global, não há espaço para as empresas desperdiçarem seu tempo com atividades meio e não fim”. Ambos concordam, ainda, que é mais eficiente e barato, pelo custo-benefício, as empresas terem o suporte de serviços que evitem erros em seus balanços, o que lhes custará pesadas multas e muita perda de tempo com a burocracia num país cuja carga tributária é alta e complexa, dando margem a diferentes interpretações.

Materia publicada no Correio do Povo em 29/10/2020.